Micronacionalismo em MadOut 2/pt

From MicroWiki, the micronational encyclopædia
Jump to: navigation, search

História

O micronacionalismo no jogo virtual MadOut 2 (BCO) teve início em Agosto de 2018 quando simples regras de hierarquia passaram a se tornar mais avançadas, o roleplay básico era composto por algumas profissões: Policial, paramédico, mecânico e motorista, sendo que em um breve futuro já se encontra a criminalidade no jogo. Primeiro, se formou a Polícia: a maioria dos jogadores brasileiros simulava ações policiais usando de veículos e trajes do jogo sem nenhuma modificação externa, isso avançou para grupos online em redes sociais e hoje temos uma polícia "voluntária". Alguns meses depois surgiram jogadores que se fantasiavam de criminosos e praticavam crimes no jogo, depois eram presos, alguns eram anti-roleplay e acima de tudo atrapalhavam o jogo em si, o micronacionalismo surgiu nesse meio. A polícia, sem regras, leis para cumprir e sem moderação estava insustentável, o roleplay estava abalado pelos "criminosos", então, a família mais rica do jogo, os Foxy, fundaram o 'Império de Foxyland' que seria composto por uma imperatriz (Thays Foxy) e o imperador (Ramos Foxy) juntamente de um extenso grupo que participava do jogo. Aquilo foi o caminho da prosperidade, em pouco tempo, a sociedade virtual estava acostumada com o poder superior que os comandava, mas em um ponto de vista aberto, era o pior sistema político que ali poderia ser instalado: o absolutismo, o poder centralizado concedeu aos monarquistas todo direito de perseguição a opositores, instituições, imprensa livre, etc., isso causou uma revolta enorme, que terminou com o fim da monarquia a partir da 'Revolução de Novembro' feita pelo líder Ryan AJC e outras figuras republicanas que mais tarde proclamariam a 'República de Foxyland'. Atualmente, um desgaste provocado por guerras entre facções, milícias, desordem e crimes que prejudicaram a segurança nacional causaram a estagnação da economia e desgaste do governo ditatorial de Ryan AJC, devido a isso, atualmente, o micronacionalismo está inativo de facto. Até junho de 2018, o micronacionalismo presente no jogo era representado pela Republica de Madoutland