Disputa territorial sobre o Arquipélago de São Pedro e São Paulo/pt

From MicroWiki, the micronational encyclopædia
Jump to: navigation, search

A Disputa territorial sobre o Arquipélago de São Pedro e São Paulo refere-se à uma reclamação territorial do Micro-Estado da Ilha das Cabras sobre o arquipélago de administração brasileira de São Pedro e São Paulo, o território do país mais próximo à África. A primeira reivindicação oficial foi por parte da Câmara Baixa dos Cabrarianos, órgão legislativo daquele país, afirmando que, pelos danos causados pela República Federativa do Brasil durante os conflitos de independência do país insular, o governo da Ilha das Cabras tinha por direito uma indenização territorial, iniciando-se assim a questão sobre o arquipélago.

Reações

Após a publicação do documento que demandava o arquipélago brasileiro para o governo cabrariano, os habitantes da ilha demonstraram seus sentimentos anti-brasileiros. Oficialmente, o Brasil classificou a demanda como "ataque diplomático infundado, com o objetivo de ameaçar as fronteiras e a estabilidade do território brasileiro".

Reconhecimento internacional

Nenhuma organização internacional reconheceu a disputa territorial como relevante, e somente uma nação soberana validou o documento, a Argentina, numa aliança diplomática que garantia também o reconhecimento das Ilhas Malvinas como território argentino por parte do governo da Ilha das Cabras. O Brasil recomendou que nenhum outro país concedesse reconhecimento à demanda e que ignorasse as articulações do micro-Estado.

São pedro paulo.png Bandeira proposta para o arquipélago em caso de ocupação cabrariana